30.11.05

24.11.05

É O QUE PARECE


Force bem a vista para ler a manchete da primeira notícia.
NÃO É O QUE VOCÊ ESTÁ PENSANDO

"(O peru) estava muito seco e a pele estava muito seca" (Sonya Thomas)

"É uma pena, dói bastante, mas, analisando no geral, foi bom" (Bruno Rosa)
Sempre que você estiver assistindo a algum show, peça de teatro ou coisas do gênero, desconfie quando o artista criticar algum político. Exemplo. No último reveillon, na praia de Copacabana, o barão vermelho Roberto Frejat citou o Garotinho quando cantava "Declare guerra". Belo protesto, se a festa não fosse patrocinada pela prefeitura.

O último exemplo presenciado por mim foi na peça Zenas Emprovisadas, no Teatro João Caetano. Não é espetacular, mas tem bons momentos que servem muito bem para desopilar o fígado. Mas em dado momento, um dos atores faz um louco e é chamado de "César Maia" por outro ator. Em dado momento, um deles faz um Lula cachaceiro. Só faltou o Garotinho? Que nada! O João Caetano é um teatro estadual.
ATENÇÃO, ATENÇÃO!

O deus estará entre nós!

1.11.05

A notícia do dia:

Carequinha sai da UTI após 20 dias

Roberto Gomez Bolaños, hoje, na gravação do programa do Maradona.
Deve passar na sexta-feira de noite na outra semana no Sportv.